i
Blog

Esthetic Company

Transição capilar: como deixar o processo mais fácil?

Você já deve ter ouvido falar em transição capilar, né? O nome pode parecer complicado, mas o significado é bem simples! A transição capilar é aquele período em que você fica sem fazer nenhum tipo de procedimento químico em seu cabelo para que ele possa crescer em sua forma natural, sendo um momento de grandes mudanças, autoconhecimento e aceitação. Mas o processo de assumir os cachos pode trazer muitas dúvidas. Por isso, separamos um conteúdo especial para você que tem vontade de se libertar dos processos químicos de uma vez por todas.

O que é a Transição Capilar?
É o processo de abandonar qualquer procedimento químico que o cabelo tenha sofrido: seja alisamento, relaxamento, permanente, coloração, entre outros. Esse momento é difícil porque exige muita paciência e aceitação, no entanto, pode trazer também muitos aprendizados sobre sua autoestima, fazendo o resultado valer a pena e proporcionando uma grande mudança não somente para os seus cabelos.

Quanto tempo dura o processo da Transição Capilar?
Isso varia muito de pessoa para pessoa porque a velocidade do crescimento do fio depende de cada genética, e pode ser influenciada por diversos fatores como a idade, o históricos de químicas, dietas nutricionais e o tipo de cabelo de cada pessoa.

É possível acelerar a transição capilar?
A transição capilar tem tudo a ver com a naturalidade na forma como você cuida dos seus cabelos, certo? Por isso, não é recomendado que você utilize alguma técnica “milagrosa” com produtos nocivos para fazer seu cabelo crescer. O efeito pode ser contrário, fazendo com que seus fios quebrem.

A maneira mais prática de passar pela transição capilar é cortar toda a parte do cabelo que tem alisamento e deixar o cabelo natural crescer, o nome desse corte é “Big Chop”, “BC” ou “Grande corte”. Essa mudança drástica de visual exige um tanto de coragem porque em muitos casos, as pessoas passam a máquina ou cortam rente.

Outra opção é cortar as pontas do cabelo uma vez ao mês com cortes curtos ou médios em camadas, que proporcionam mais movimento para os fios e ajudam a remover a parte com química, o que facilita o crescimento e a formação dos cachos. Situações como essas são aderidas por pessoas que não conseguem abrir mão do comprimento, mas neste caso o processo de transição capilar pode ficar mais longo porque você corre o risco de cair em tentação e acabar alisando tudo de novo.

De toda forma, a dica é apostar em formas naturais de estimular o crescimento dos seus cabelos, como gerenciar uma alimentação rica em proteínas e vitaminas, e manter a saúde do couro cabeludo em dia.

Cronograma Capilar:
Existe um cronograma capilar recomendado para quem está em processo de transição, e ele tem o objetivo de deixar seu cabelo o mais preparado possível para encarar essa nova fase.

Muitos cabelos que passam pela transição capilar podem sofrer com falta de nutrição e fraqueza, quebrando com facilidade e desacelerando o seu ritmo natural de crescimento. Por isso, o cronograma capilar tem um calendário semanal de cuidados específicos de hidratação, nutrição e reconstrução dos fios que visa seu fortalecimento e crescimento.

Como informado em um dos nossos posts: “Hidratação x Nutrição: Qual a Diferença?” aqui no blog, a hidratação tem a função de repor a água e os nutrientes dos fios, enquanto a nutrição cria uma barreira de lipídeos na fibra dos cabelos, mantendo-os macios e brilhantes. Já a reconstrução devolve a queratina perdida ao longo do tempo com as químicas, fortalecendo os fios e evitando seu enfraquecimento.

Você pode conversar com um de nossos profissionais capilares e escolher quais produtos e procedimentos prefere usar para cada tipo de ação, seguindo com uma proposta de cronograma capilar com essa rotina mensal:

Primeira semana: 1 hidratação, 1 nutrição e 1 reconstrução
Segunda semana: 1 nutrição, 1 hidratação e 1 nutrição
Terceira semana: 1 hidratação, 1 nutrição e 1 reconstrução
Quarta semana: 1 hidratação, 1 nutrição e 1 hidratação

Finalização durante a transição capilar
Existem diversos métodos de finalização que podem ajudar você durante a transição capilar, como por exemplo a fitagem, que tem como objetivo definir os cachos com precisão, gerar um volume controlado e reduzir o frizz. Para fazer a fitagem, você deve aplicar o creme de pentear em todos os fios do cabelo e em seguida, separar o cabelo em mechinhas bem pequenas. Amasse os fios com a mão em um formato de “concha”, segure por 3 segundos e solte devagar. Repita esse processo em todo o cabelo do comprimento até a raiz.

Bom, a transição capilar pode ser difícil e demorada? Sim! Mas aceitar sua beleza natural e se livrar das químicas de alisamento não tem preço. Se a transição capilar é realmente uma grande vontade sua, com bastante paciência você não precisa desistir no meio do caminho. O importante é se sentir bem de qualquer forma que você escolher!

Gostou do conteúdo? Siga a @esthetic_company nas redes sociais e agende seu cronograma capilar conosco pelo WhatsApp: (11) 98939-0257.

× Agende agora!